Porto Ferreira Noticias

Chiara Chivello : Confira o novo álbum

0 14

A cantora e compositora italiana Chiara Civello, que vive entre Rio e Nova Iorque, e já colaborou com nomes como Burt Bacharach, Chico Buarque, Esperanza Spalding, Ana Carolina e Gilberto Gil, imprime sua marca de ótima intérprete com sofisticação e contemporaneidade pop/jazz nesta coleção de 12 canções clássicas escritas entre 1945 e 1975, todas de compositores franceses. Obras-primas que Frank Sinatra, Julio Inglesias, Elvis Presley, Madonna, Lady Gaga, Luciano Pavarotti, Céline Dion e Caetano Veloso eternizaram na trilha sonora de nossas vidas.

De Michel Legrand a Charles Aznavour, Charles Trénet, Édith Piaf, Jacques Brel ou Gilbert Bécaud e Francis Lai. Nomes conhecidos para os amantes da boa música francesa, mas não necessariamente para o público internacional.

E essa é a grande surpresa de Chansons. Essas belas canções cruzaram fronteiras por mais de 70 anos, sem referência à sua herança francesa. Com esta seleção de clássicos, agora elas vão das sombras para a luz na voz de Chiara Civello.

Pour Toi foi composta em 1956 por Louis Gasté, com letra de Albert Simonin e Marie-Hélène Bourquin. Em 1974 o brasileiro Morris Albert lançou seu grande sucesso, Feelings, que ocupou as paradas musicais em 52 países, e foi indicada ao Grammy e regravada por mais de 300 artistas, incluindo Frank Sinatra, Nina Simone, Elvis Presley, Caetano Veloso. Em 1987, um tribunal americano determinou que a coautoria da música fosse creditada ao francês Louis Gasté.

Nos anos 50 e 60, era comum um artista adicionar uma (ou duas) canções internacionais bem conhecidas (ou não) ao seu repertório, pedindo a um tradutor que fizesse uma adaptação no idioma de seu país de origem. Foi assim que Frank Sinatra e Elvis Presley acabaram cantando canções originalmente escritas em francês. My Way é a adaptação em inglês de Comme d’habitude, composta em 1967 por Claude François e Jacques Revaux.

“Sim. Eu fiz à minha maneira. Cada vez que aprendo uma música nova, aprendo algo sobre mim, sobre o ser humano, cada música é como um primeiro beijo, cada vez é diferente. Mas quanto mais me conheço, mais sei como começar a interpretar uma música: começo do silêncio”, revela Chiara.

Lançada originalmente em 1975 por Aznavour, Hier Encore é sobre a história de um homem que percebe que desperdiçou sua vida correndo atrás de sonhos, esperanças perdidas e amores fúteis. A versão em inglês foi intitulada “Yesterday When I Was Young”.

“Tendo me dedicado a covers e adaptações através do meu trabalho com a Nouvelle Vague, disse a mim mesmo que seria interessante reunir aquelas canções de padrões internacionais que foram originalmente escritas em francês para cantores franceses. Convidei então a cantora de jazz Chiara Civello para interpretar essas canções”, revela Marc Collin. “Para as gravações, reunimos alguns músicos muito bons em um estúdio vintage na cidade de Bari, no sul da Itália. Supervisionei as gravações e arranjos, e então adicionamos alguns teclados e vocais adicionais”, finaliza Marc.

  Novo álbum de Chiara Civello foi produzido por Marc Collin, líder da cultuada banda Nouvelle Vague

Quem poderia imaginar que Feelings, The Good Life ou My Way foram todas escritas por compositores franceses?

OUÇA “CHANSONS”

https://lab344.lnk.to/chansons
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.